Ele
Eduardo Baqueiro
 
Muitos esperam por Ele...
Crêem que Ele descerá num manto de luz,
para salvar os que aqui sofrem,
Mas não será assim!
Ele já veio há 2000 anos
e ninguém O viu...
Falou das coisas do céu
Mas ninguém O ouviu...
Mostrou o caminho para a eternidade
Mas ninguém quis seguí-lo...
Viveu o amor na sua maior expressão,
Morreu na cruz por um crime que não cometeu,
Pediu perdão ao Pai por nós:
Pela nossa cegueira,
pelo nosso egoísmo.
Há 2000 mil anos Ele nos espera!
Espera que seus ensinamentos sejam compreendidos,
Que amemos uns aos outros
Como ele nos amou...
Espera que respeitemos o próximo,
Que não haja divisão,
Que o mais forte proteja o mais fraco,
Que o jovem ampare o idoso,
Que o respeito e o amor sejam nossa bandeira,
Que estendamos nossas mão sem receio,
Que sejamos como Ele sempre foi...
Ele não mais virá neste campo de lágrimas,
Ele está esperando que este lugar se transforme
na extensão de sua morada,
Que cada coração seja abrigo do amor,
Que o ódio seja extinto...
Ele espera a transformação de cada um de nós!
Não haverá milagres, nem facilidades!
Que cada gota de suor, cada gota de lágrima
transforme todos nós no Cristo de cada um!
Ele não mais virá...
Seremos nós que iremos até Ele.
com as mãos calejadas, com um sorriso nos olhos
e com a consciência tranqüila pelo dever cumprido.